Filme - the Yes Men - Vamos Falar De Livre Mercado?

Faz tempo que não falo de um filme, e hoje assisti um muito bom, The Yes Men Fixes the World, recomendação de um grande amigo - Leandro Repolho - então hoje o post será sobre esse filme.

imagem The Yes Men Fix the World

Todos sabemos que o mundo não vai muito bem, mas pouco fazemos para muda-lo. Meu pai sempre me diz que não vou conseguir arrumar o mundo sozinho, mas eu sempre achei que não custa fazer a minha parte. E pelo visto, tem mais gente que pensa como eu, só que, felizmente para o mundo, eles tem um pouco mais de força de vontade do que eu.

The Yes Men Fixes the World conta a história de dois caras que decidem arrumar o mundo, e para isso, vão a conferências e canais de TV, se passando por executivos de grandes corporações, em geral grandes corporações de energia, (leia petróleo), e desmascaram grandes crimes cometidos por essas empresas.

Durante o filme, em momentos oportunos, é demonstrado porque esses crimes acontecem, e porque o livre mercado é perfeito, se você tiver milhões de dólares.

Se você não sabe o que é o livre mercado, vou te contar usando uma frase do próprio filme:

Seja qual for a forma como você faça isso, custara algumas vidas, mas se você puder fazer algum dinheiro com isso, é aceitável.

The Yes Men Fixes the World

Resumindo, apoiar o livre mercado é, intencionalmente ou não, apoiar a opressão do grande sobre o pequeno, é apoiar a destruição do planeta e principalmente, apoiar a escravidão. Vamos tirar tudo dos que tem pouco para dar aos que tem muito, bem vindo ao livre mercado.

Sinopse: Andy Bichlbaum e Mike Bonanno, The Yes Men, disfarçam-se de executivos para se infiltrarem em eventos para desmascarar autênticos criminosos corporativos. Seu ativismo cômico consiste em criar oportunidades para expor ao ridículo, diante da grande mídia, os responsáveis por crimes contra o planeta. Revelando os princípios de mercado que orientam os poderosos, tornam visíveis ao mundo os bastidores de grandes empresas e suas diretorias, capazes de provocar tragédias sociais e ambientais sem tamanho em nome do capital. Prêmio de público no Festival de Berlim 2009.

Duração: 90 minutos

Filme completo (legendado em português):